Blog

08.08.2018 - Trabalho Pós-Estudo na Nova Zelândia

Roys Peak Wanaka - Miles Holden

Mudanças nos Direitos de Trabalho Pós-Estudo para Estudantes Internacionais

Quarta-feira, 8 de Agosto 2018

Após uma consulta pública, o governo criou mudanças nas configurações de imigração que afetam os direitos de trabalho pós-estudo na Nova Zelândia para estudantes internacionais.

As Mudanças São:

Remover os vistos de trabalho pós-estudo assistidos pelo empregador (Post-study employer assited) em todos os níveis;

Fornecer um visto de trabalho pós-estudo aberto de um ano para estudantes que estudam qualificações de Nível 4 – 6 e Diploma Nível 7 (não graduação), com um ano adicional para graduados em “Graduate Diploma” que estejam trabalhando em profissões que exijam registro junto a um órgão profissional ou de comércio;

Fornecer um visto de trabalho aberto de pós-estudo de 2 anos para estudantes que estudam nível 4 – 6 e Diploma Nível 7 (não graduação) fora da região de Auckland, desde que o estudo esteja concluído até dezembro de 2021, quando o direito ao trabalho reverte para um visto de trabalho aberto de pós-estudo de 1 ano para estudantes que estejam cursando qualificações de nível 4 – 6 e Diploma Nível 7 (não graduação) com 1 ano adicional para graduados em “Graduate Diploma” que estejam trabalhando em profissões que exigem registro junto a um órgão profissional ou de comércio;

Fornecer um visto de trabalho aberto de pós-estudo de 3 anos para as qualificações de Nível 7 (graduação) ou superior; e
exigir que os estudantes internacionais que estudam qualificações de Nível 8 (Pós-Graduação) estejam em uma área especificada na Lista de Escassez de Aptidões de Longo Prazo, para que seu cônjuge seja elegível para um visto de trabalho aberto (visto de partner) e, por sua vez, os filhos dependentes dos parceiros acima de 5 anos, sejam qualificados à educação doméstica gratuita.

Estas alterações entram em vigor a 26 de novembro de 2018.

As mudanças, destinam-se a apoiar a atração de estudantes internacionais que estudam em níveis mais altos e preservar um caminho de residência para aqueles com as habilidades e qualificações que a Nova Zelândia precisa, especificamente através da ligação entre mais generosos direitos de trabalho pós-estudo para os níveis mais altos de qualificação.

Houve um crescimento significativo no setor de educação internacional nos últimos anos, especialmente em qualificações abaixo do nível de graduação. Como resultado, houve um declínio no nível de habilidade das pessoas que se mudam através do sistema de imigração e recebem residência permanente.

Queremos garantir que as vias de pós-estudo para estudantes internacionais, sejam adequadas ao propósito e contribuam com as habilidades e qualificações que a Nova Zelândia precisa.

O governo quer apoiar a transição para essas novas configurações de imigração. Essas mudanças incluem um incentivo de tempo limitado de três anos, para estudantes internacionais estudarem fora de Auckland. Isso é para garantir que os benefícios da educação internacional sejam compartilhados por todas as regiões da Nova Zelândia, apoiando os objetivos do governo de elevar o investimento regional, o crescimento e a produtividade.

Há uma cláusula de tempo de três anos, para permitir que as partes do setor mais afetadas pelas mudanças (Institutos de Tecnologia e Politécnicos (ITPs) e Estabelecimentos de Treinamento Privado (PTEs) possam se adaptar com sucesso, ao longo do tempo, as novas configurações de imigração. Também apoia o atual trabalho do Roteiro ITP 2020 em curso pela Comissão de Educação Terciária sobre a viabilidade a longo prazo das ITP, assegurando simultaneamente que os objetivos do Governo para o crescimento regional não sejam minados.

Essas mudanças serão grandiosas, de modo que não afetarão os atuais titulares de visto de trabalho pós-estudo ou atuais alunos que estejam realizando uma qualificação que (uma vez concluída) atenderá aos requisitos de qualificação estabelecidos nas atuais configurações de imigração (regras atuais).

Essas mudanças apoiam os planos mais amplos do governo para um sistema internacional de alta qualidade, a fim de gerar benefícios educacionais, econômicos, sociais e culturais para a Nova Zelândia.

Fonte: Immigration New Zealand

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *