Kiwis

Kiwis

Os Neozelandeses são também conhecidos internacionalmente pelo apelido de Kiwis, que vem do pássaro nativo e que é o símbolo nacional da Nova Zelândia.

Quintal de Gênios

Desde antes de Sir Ernest Rutherford repartir o átomo no início do século 20, os Neozelandeses vem descobrindo e inventando coisas. Muitas dessas invenções foram literalmente criadas em um quintal.

Enquanto a carne congelada, o Hamilton Jet Boat, e o Bungy Jump são provavelmente as invenções mais famosas dos Kiwis, existem muitas outras.

Os neozelandeses também são responsáveis pela arma tranqüilizante, pela base de isoladores sísmicos (blocos de borracha e chumbo que minimizam os danos do terremoto), cercas elétricas, a moto mais veloz do mundo, máquinas de envasamento a vácuo, máquinas automáticas de venda de selo, máquina de corte para tosquiar ovelhas, e bomba de gasolina eletrônica – para citar alguns!

Nova Zelândia — O Povo

Hoje, os Neozelandeses são moradores urbanos muito sofisticados e altamente educados. Membros de uma sociedade multicultural única e vibrante, os Neozelandeses estão abraçando a tecnologia e a cultura do século 21 em números recordes.

Mas os Neozelandeses também têm em suas raízes um tranqüilo, porém robusto individualismo, autoconfiança, e um gênio para invenção – qualidades ainda evidentes na população de hoje.

Os Primeiros Viajantes

Mais de 400 anos antes de Cristóvão Colombo e o resto da Europa estar preocupado em cair para fora da borda do mundo, os primeiros Neozelandeses, os Maoris, viajaram milhares de quilômetros através do vasto e desconhecido Oceano Pacífico em pequenas canoas por alto-mar.

Para chegar a Nova Zelândia, estes bravos aventureiros desenvolveram seu sistema de navegação próprio usando as estrelas e as correntes marinhas.

Vivendo ao Ar Livre

Nova Zelândia tem uma baixa densidade populacional e paisagens espetaculares. Como resultado, muitos Neozelandeses têm um amor por seus campos e paisagens.

Caminhadas, montanhismo, canoagem são apreciados por muitos Neozelandeses, enquanto muitos outros irão explorar a paisagem com uma viagem à praia ou uma trilha na floresta.

Eles estão seguindo os passos do Kiwi, talvez, o mais aventureiro, Sir Edmund Hillary, que conquistou o Monte Everest, a montanha mais alta do mundo, em 1953.

Economia

Com o progresso no início do século 20, a formação e as características da população da Nova Zelândia começaram a mudar radicalmente.

No início do século, a economia da Nova Zelândia era em grande parte dependente da agricultura e da exportação de produtos primários.

No entanto, após a Segunda Guerra Mundial, mais e mais pessoas migraram para as cidades, e indústrias transformadoras e terciárias se estabeleceram.

Os Novos Neozelandeses

Na década de 1970, um grande número de imigrantes das Ilhas do Pacífico se estabeleceu na Nova Zelândia, seguidos nos anos 80 e 90 pelos Asiáticos, Europeus, e muitos outros.

Estes recém-chegados contribuíram, juntamente com as mudanças tecnológicas e econômicas, para uma identidade nacional totalmente nova. Nos últimos 20 anos ou mais, os Neozelandeses abraçaram a economia global e as últimas tecnologias.

Os Neozelandeses são um dos maiores utilizadores de telefones móveis e da Internet per capita no mundo. Eles também são os maiores leitores de jornais.

Domando a Terra

Apesar das mudanças recentes, a Nova Zelândia ainda tem uma população rural considerável e a agricultura é o principal produto de exportação.

Enquanto as exportações tradicionais de lã, carne e produtos lácteos são ainda muito fortes, novos produtos, incluindo Cervena (veado da Nova Zelândia), flores, frutas, biotecnologia e vinho estão agora também contribuindo grandemente para nossas exportações.

Como o resto da população, o sector agrícola diversificou e abraçou a tecnologia, tornando a Nova Zelândia um dos produtores mais produtivos e eficientes agrícolas do mundo.

A Nova Zelândia adquiriu novos sabores culinários, modas e estilos de vida da Orla do Pacífico e os combinou com os mais tradicionais para produzir uma única identidade da Nova Zelândia.

Hoje, Kiwis estão tão propensos a visitar um restaurante asiático ou galeria de arte moderna, como eles estão a assistir a um jogo de rugby ou ordenhar uma vaca!

Kia ora = Olá!

Uma tentativa por um visitante de usar saudações Māori quase certamente irá provocar uma resposta encantadora de ambos, Māori e Pakeha (Europeu) Neozelandeses.

Kia ora — Olá
Kia ora tatou  — Olá à todos
Tena koe — Saudações à você (dito à uma pessoa)
Tena koutou  — Saudações à todos
Haere mai  — Bem vindo
Nau mai  — Bem vindo
Kei te pehea koe?  — Como vai você?
Kei te pai  — Bom
Tino pai  — Muito bom
Haere ra  — Despedida, adeus, partida
Ka kite ano — Tchau, bye
Hei konei ra — Até mais

Fonte:
http://www.acrossnz.com/
http://www.newzealand.com/

rutherford